A Participação dos Profissionais de Saúde da Família no Processo de Empoderamento dos Usuários

Marcelo Silva de Souza Ribeiro

Resumo


O artigo apresenta um estudo que aborda o conceito de empoderamento como meio de promoção da saúde, desenvolvendo estratégias de distribuição de poder, a fim de mobilizar a população para que seja mais autônoma nas discussões e decisões que afetem suas vidas. Teve como objetivo compreender como os profissionais de uma equipe de saúde da família participam no processo de empoderamento dos usuários do serviço. Seguiu uma abordagem qualitativa, tendo como método de coleta de dados a observação em campo e a entrevista semiestruturada. Quatro profissionais de uma equipe de Saúde da Família participaram da investigação. Na análise as entrevistas foram transcritas e interpretadas a luz da análise do discurso. Como resultados observou-se que os profissionais tem conhecimento próprio sobre o conceito de empoderamento, diferente do descrito na literatura, mas desenvolvendo ações pouco eficazes na motivação da participação, da autonomia e da divisão de poder.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .