TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL DO SÉCULO XXI: BREVES (DES)APONTAMENTOS

Roberto Remígio Florêncio, Marta Verônica Cavalcanti Pinto

Resumo


Reflexão atualizada sobre o uso das tecnologias digitais na educação superior do Brasil nos dias de hoje. Para isso, foram mescladas teorias e autores contemporâneos para esclarecer que não se trata de uma temática atual, mas de uma necessidade premente de atualização do sistema educacional brasileiro, que contribui para o avanço tecnológico ou, muitas vezes, esbarra em problemas próprios do processo de desenvolvimento. Sob os estudos sobre as tecnologias digitais, principalmente de Moran (2013; 2007) e Marco Silva (2001), identificamos posturas defendidas no século anterior por teóricos como Freire (1978; 1984; 1999), Vygotsky (1978) e, a partir da inovação tecnológica na educação, Toffler (1970). Foi desenvolvida uma revisão bibliográfica, baseada no uso das TIC no Ensino Superior, seus avanços e quebras paradigmáticas. Como conclusões, alertamos para a dicotomia metodológica, os objetivos não claros das instituições e as discrepâncias socioculturais impregnadas na sociedade brasileira, em especial, através do sistema educacional, incluindo o Ensino Superior.


Texto completo: ARTIGO

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .