AVALIAÇÃO COMO INSTRUMENTO PARA MELHORIA DA PRÁTICA DOS PROFISSIONAIS DO ENSINO SUPERIOR

Alexandre Santos de Matos, Geisa Arlete do Carmo Santos, Kleber Ávila Ribeiro, Márcia Issa de Sá

Resumo


Este texto apresenta discussões e idéias sobre como os procedimentos avaliativos podem ajudar no processo de ensino-aprendizagem  dos  profissionais  do  ensino  superior, tendo  como  principais  fatores a quebra  dos  paradigmas  atuais  da educação   e   a   valorização   de   um   processo   em   que   o   aluno   desenvolva suas capacidades   cognitivas.   Um   sistema   de avaliação preocupado com a formação dos alunos e também com a conduta do educador, que respeite a diferença do educando,  fazendo  com   que  esse  aprenda,  apreenda,  entenda   e  compreenda  os  percalços  que a   vida  lhe  proporciona. Para construção de novo modelo de ensino-aprendizagem, espera-se a mudança de postura do professor, exigindo que este   possa   melhorar  a sua prática didática,  utilizando   cada   vez   menos   os  paradigmas   tradicionalistas, valorizando o sujeito no   processo   de   educação   e indo   de   encontro a uma lógica perversa  que tom a   conta da   nossa   sociedade.   O professor deve e pode fazer com que a educação seja a principal arma da sociedade contra os abusos da globalização, conscientizando os alunos com as práticas didáticas e avaliativas que utilizam. A avaliação é uma prática indissociável da    aprendizagem  no qual  podemos observar   claramente se o educando   aprendeu   realmente  o   conteúdo   que lhe propomos a transmitir. Os valores de uma pedagogia existencialista e igualitária podem ser sentidos por várias gerações, mas para isso  o  professor   tem  que realmente  se aprofundar   em   sua   profissão  e  transformar   os  seus  alunos  de meros expectadores a sujeitos ativos da sociedade.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .